Mitos do emagrecimento

Mitos do emagrecimento

O processo de emagrecimento deve ser encarado como uma mudança. Uma escolha para sua vida, falamos sobre isso no artigo: “Emagrecer é uma questão de decisão”. Mas a busca por um “milagre”, uma fórmula mágica, faz com que algumas crenças fiquem impregnadas na cabeça das pessoas (na sua, inclusive), o que torna o esse processo um sofrimento (e não deve ser assim), e muitas vezes difícil de ser alcançado. Abordarei aqui alguns mitos sobre o processo de emagrecimento, para reflexão:

1 – Tenho que comer pouco para emagrecer.

Para que você perca peso e mantenha o peso que sempre sonhou, você não precisa comer pouco, precisa comer certo. Isso significa alimentação adequada, com quantidades e qualidade certa, nos horários adequados. Sem grandes períodos em jejum. E adequando sua alimentação à sua rotina diária e aos seus exercícios físicos.

2- Preciso fazer muito exercício por dia para perder peso.

Exercício é fundamental para seu emagrecimento, manutenção e qualidade de vida. Para tal, o necessário é uma rotina de exercício. O excesso de exercício pode acarretar lesões e desmotivação. Entenda, esse é um hábito importante de ser mantido para o resto de sua vida. Não se preocupe em emagrecer rápido, se preocupe em emagrecer certo.

“Mais importante que a velocidade, é a direção!”

3 – Shakes dietéticos emagrecem.

Os milagrosos “shakes para emagrecer” podem até conter nutrientes necessários para você, mas comprovadamente não terão resultados duradouros. Alguns pontos corroboram essa afirmação: primeiro, você não conseguirá fazer isso para sempre. Quem gostaria de tomar shakes o resto da vida? Segundo: geralmente ingere-se grande quantidade de líquidos antes dos shakes, o que causa aquela sensação de “barriga cheia”, que logo vai embora (e levará você a ter fome e vontade de comer). Nosso corpo gasta calorias fazendo a digestão dos alimentos, ou seja, o processo de digestão emagrece, na medida que ingerimos boa quantidade de fibras, por exemplo. Isso não ocorre com os shakes. E se realmente essa fosse a solução, não haveria ninguém acima do peso, certo?

(Não critico aqui a qualidade nutricional desse material, porém o processo de se alimentar com shakes substituindo uma refeição não é correto, esse é o ponto.)

4 – Cirurgia bariátrica é a solução.

Talvez você já tenha pensado em optar pela cirurgia bariátrica. Talvez até já tenha feito (se sim, já descobriu que a frase acima é realmente um mito). Existem pessoas que apresentam critérios para a cirurgia bariátrica, porém mesmo para esse grupo é importante entender que esse é um meio utilizado para perda, e não manutenção do peso.

O que quero dizer com isso é que não haverá resultado efetivo se não houver mudança de atitude. Quantas pessoas você conhece que fizeram a cirurgia bariátrica e voltaram a engordar?

Como médico, defendo sim a cirurgia nos casos que preencham os critérios para tal, mas se você acha que isso resolverá seus problemas, está enganada. Esse é só um ponto de partida, que não terá um final feliz caso você não mude sua maneira de pensar e de se relacionar com a comida.

5 – Preciso estar atenta às últimas novidades da indústria do emagrecimento.

Entenda, a “indústria do emagrecimento” (revistas, livros da moda, dietas da moda, remédios, fórmulas e novas substâncias que prometem milagres) não está pensando em você, está pensando nela mesma, em vendas e ganhar dinheiro à custa da sua ignorância no assunto e na ansiedade que você tem para emagrecer logo e bastante. Cuidado com as novidades armadilhas que chegam até você.

Você precisa estar atenta à você mesma. Ao seu corpo, ao seu comportamento. É sobre eles que você precisa refletir. Seu está acima do peso, é porque algo está errado COM VOCÊ. Ninguém engorda do vento (por mais doloroso que tenha soado aos seus ouvidos, é a mais pura verdade, assimile isso). Então, ao buscar emagrecer, procure orientação de um profissional qualificado, que lhe orientará e dará todas as informações necessárias para que seu emagrecimento seja natural e saudável.

6 – Não consigo emagrecer sem tomar remédio.

Não existe medicação que emagrece. Não sou contra o uso de medicações. Existem alguns casos em que a medicação auxilia (e nada além disso) no processo de emagrecimento. Mas a medicação não ajuda fazendo você perder peso. Há medicações que ajudam a diminuir a ansiedade, a compulsão por comida, retardam o processo de digestão. O objetivo real da medicação (que só é usada quando realmente necessário) é ajudar para que você possa mudar seu comportamento. Auxiliar enquanto você toma atitudes para diminuir sua ansiedade, descubra a causa da sua compulsão por comida, aprenda a se alimentar adequadamente. Entenda, de uma vez por todas, que não há milagre. Há merecimento por mudança de comportamento.

7 – Emagrecer é difícil

Mito. Emagrecer não é difícil. Difícil é escolher isso pra sua vida. Quando você realmente decide que quer emagrecer, e entende tudo o que precisa ser feito para isso acontecer, descobre que esse processo é natural, gratificante e fácil.

Fácil se você fizer a coisa certa. E tenho certeza que você quer o que é certo é bom para sua vida, não é? E entendendo isso, o que falta para você fazer o que precisa?

Uma coisa é fato: para emagrecer, é preciso mudança. Mudança da sua mentalidade. Você precisa pensar como magra, para que suas ações sejam assim também. Entenda isso, e todo o resto será conseqüência dessa mudança.

Um abraço, e até o próximo artigo! Vem muita coisa boa por aí!

Logar com Facebook

Sobre o autor

Allan Reis:

0 Comentários

Would you like to share your thoughts?

O seu e-mail pessoal não sera divulgado

Deixe uma resposta